• Programa de Estágio

Notícias

07/04/2017 16:04

Perícia aponta falsificação de marcas e documentos

Que a pirataria representa um problema para a economia, não há dúvidas. Dados do Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade apontam que em 2016, empresas, indústrias e o poder público deixaram de ganhar 130 bilhões de reais com a venda de produtos falsificados. E parte destes materiais que são apreendidos passa por perícia para atestar sua autenticidade. Aqui na Bahia a Coordenação de Documentoscopia Forense do Instituto de Criminalística Afrânio Peixoto é a responsável por este tipo de análise.
“Nós aqui realizamos o exame de autenticidade para identificar os elementos de segurança das marcas que possam atestar se um produto é falso ou não”, explicou Adriana Queiroz, Perita Criminal e Coordenadora de Documentoscopia.
Neste tipo de perícia é utilizado o Vídeo Comparador Espectral, equipamento que através da luz ultravioleta permite observar elementos de segurança que a olho nu não seriam identificados e ainda a inclusão ou retirada de textos em documentos.
Além das análises das marcas são realizadas perícias de autenticidade em documentos oficiais (carteiras de identidade, habilitação...), cédulas, cartões de crédito, documentos não oficiais (contratos) e as perícias grafotécnicas que apontam se uma pessoa de fato assinou determinado documento, autoria (quem é o falsificador), unicidade de punho (comparação entre duas escritas para comprovar se foram feitas pela mesma pessoa) e escrita sulcada (análise das marcas deixadas em papeis que podem apontar o que foi escrito em folhas que por ventura tenham sido subtraídas de agendas, contratos entre outros documentos).
Outros dois equipamentos auxiliam na realização destes exames. O Detector Eletrostático é capaz de revelar textos em escritas sulcadas (marcas deixadas em folhas pela pressão da caneta) e o Espectrômetro Raman que aponta se um texto foi escrito pela mesma caneta a partir das análises das tintas.

Fonte: ASCOM-DPT

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.