• Programa de Estágio

Notícias

27/10/2017 16:10

Perito Médico do IML vence Prêmio Boas Práticas

O projeto “Intervenção no IMLNR sobre a Demanda por Exames Necroscópicos de Mortes Naturais”, do Perito Médico Bruno Gil de Carvalho Lima foi o vencedor da 9ª edição do Prêmio de Boas Práticas. A premiação que aconteceu na tarde de ontem (26), no Centro de Operações e Inteligência da SSP contou com 10 finalistas de um total de 167 trabalhos inscritos.
“O projeto é resultado de uma necessidade antiga do IML, 1/3 das nossas demandas são de mortes naturais, portanto, este trabalho vai reduzir significativamente o custo para realização destes exames”, explicou Mário Câmara, Diretor do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.
Na prática, a iniciativa propõe o mínimo de manipulação nos corpos de mortes naturais. “Além da redução nos custos, os laudos serão liberados com mais celeridade e as famílias ficam mais tranquilas por saberem que os corpos de seus familiares sofreram o mínimo de intervenção possível, uma vez que não há necessidade da realização de exames internos”, pontuou Bruno Gil.
A natureza da proposta aproxima os médicos dos familiares para que possam obter informações sobre o histórico médico das vítimas. Bruno ressaltou ainda a importância de um atendimento mais sensível. “Quando a pessoa está vulnerável e sofrendo, a gente não faz uma vitimização secundária, mas a gente tenta dar um tratamento diferenciado”, finalizou.
Perito Médico há 10 anos, Bruno foi Coordenador Técnico do IML, Coordenador de Ensino e Pesquisa do IML e participa do Grupo de Trabalho para elaboração dos Protocolos de Tanatologia.
Ordem de Classificação do 2º ao 5º lugar: Osenar dos Santos Silva, do Tribunal de Justiça da Bahia; Ludimila Santos Muniz, do Hospital Geral Roberto Santos; as servidoras Maria do Carmo machado de Souza e Natalia Leoni, da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), todos de Salvador; e Jocimar Caetano da Silva, da Embasa de Itamaraju.
Ainda foram premiados com menção honrosa os projetos de sexto ao décimo lugares, inscritos pelos servidores Uilma Santos Pesqueira, da Embasa de Juazeiro; João Felipe Oliveira de Menezes, do Tribunal de Justiça da Bahia, de Salvador; João Carlos de Pádua Andrade, da Universidade Estadual de Santa Cruz; Geisa Copello Thomaz, Simone Santana, Luz Marina Silva e Fernanda Costa, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), em Salvador; e Hérlon Conceição Santos Lima, da Polícia Militar em Lauro de Freitas.
Segundo Prêmio: Instituído em 2007, esta é a segunda vez que um projeto do Departamento de Polícia Técnica da Bahia recebe o Prêmio. Em 2011, o Perito Técnico Márcio Rodrigues Diniz foi o vencedor com o projeto do Sistema de Administração de Perícias – SIAP, implantado em todo o interior do Estado.

Fonte: ASCOM-DPT

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.